domingo, 7 de março de 2010

Para ti

Esta é para ti em resposta ao Para ti

Se cada dia é um recomeço, um inicio de um novo dia na nossa vida, gosto de pensar que é um “re” e não apenas um começo, porque sem os “re’s” a minha vida estaria apenas no início, no nada, sem o auto-conhecimento que é nos encontrarmos. Não sei e acho que ninguém saberá o que é uma vida sem nada, nem ninguém. É por isso que cada vez mais acredito em múltiplas vidas, que não há inicio nem fins, apenas recomeços. Tudo passa, tudo se resolve e hoje tenho sim a percepção que estou a arrancar num novo ciclo, como se renascesse. Ontem foi mais um fim, hoje um novo inicio com a mala menos pesada, mas cada vez mais cheia de amor, amor teu, amor nosso, amor meu, numa contínua busca não de felicidade, mas do meu eu, que me responde agora que a felicidade é relativa, varia de pessoa para pessoa, de momento em momento, e que sem me reconhecer primeiro não me responde o que me fará feliz. Por isso… procuro-me… encontro-me aos poucos, aprecio-me cada vez mais sempre que verifico que consigo manter o peso da mala, da minha consciência, menos pesado, mais leve. Aprecio-me… por ver que o meu coração não se aniquilou depois de tudo isto… de tanto trabalho muscular, agora com a mala mais leve, aumenta e aguenta cada vez mais ar. Qualquer dia voo… [sorrio] mas nunca para outro lugar. O ar que respiro é saudável aqui, neste lugar, onde tu existes, onde tenho a minha mãe, a minha filha e sabes? Mais uma mão cheia de doces amigos, que nunca me largam a mão… nunca…

Adoro-te, sabias?

Fazes parte de TODOS os meus dias.

És especial :) todos os dias.

2 comentários:

  1. Hey :) "Qualquer dia voo… " hummm já te vi voar mts xs :)

    ResponderEliminar